MAS-100 Eco®

  • Velocidade de impacto do ar : Alta para permitir a captura de partículas viáveis menores que 1μm.
  • Baixa para assegurar a viabilidade das partículas viáveis, evitando danos mecânicos às bactérias
  • O volume de amostragem : Grande o suficiente para detectar níveis muito baixos de contaminação.
  • Pequeno o suficiente para evitar a degradação física ou química do meio de cultura.

Esta baseado no princípio descrito por Andersen 1958 as partículas (carregadas com microrganismos) são “capturadas” e impactadas sobre a placa com agar ou seja, o ar a ser examinado atravessa a tampa perfurada (cabeçote) em velocidade constante e durante tempo determinado, dependendo da condição da área a ser controlada Ao passar pela tampa perfurada, o ar colide com a superfície do meio de cultura da placa de petri de 90 mm. Ao final do tempo de amostragem, a placa é removida e incubada em estufa Ao final da incubação, é possível contar as unidades formadoras de colônias, e avaliar o nível de contaminação microbiológica do ar da área crítica, com base no volume de ar amostrado (m3).

Categorias: ,